Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Carregamento de cocaína apreendido em Turbo, Colômbia, no dia 15 de maio de 2016

(afp_tickers)

Mais de uma tonelada de cocaína, escondida em um carregamento de bananas com destino à Bélgica, foi apreendida em Cartagena, no caribe colombiano - informou a Polícia local nesta quinta-feira, acrescentando que a carga pertenceria ao clã Úsuga.

As verificações por scanner e a ação de cães treinados da Brigada Antinarcóticos da Polícia Nacional levaram à descoberta de "71 caixas com banana - das 1.080 revistas - que escondiam 1.137 pacotes (de 1kg) de cloridrato de cocaína".

A droga seria despachada para o porto de Anvers, na quarta-feira (1º) à tarde, poucas horas depois da apreensão.

"Continuamos a investigação, porque os narcotraficantes sempre encontram outros meios [de fazer os envios]. Essa droga pertence ao clã Úsuga", disse à AFP Javier Romero, da assessoria de imprensa da Brigada Antidrogas.

Nos últimos meses, as autoridades vêm adotando uma forte ofensiva contra organizações de crime organizado no país - em particular contra o clã Úsuga, o maior grupo criminoso da Colômbia. O bando surgiu de uma desmobilização em massa de paramilitares promovida pelo governo de Álvaro Uribe entre 2003 e 2006.

Desde o início de 2016, 94 toneladas de cocaína foram apreendidas na Colômbia, 33% a mais do que nos primeiros cinco meses do ano anterior, informa a Polícia em um comunicado.

A Colômbia é o principal produtor mundial de folha de coca, base para a fabricação da cocaína. Segundo o mais recente relatório da ONU, o país exportou pelo menos 442 toneladas de cocaína em 2014.

AFP