Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Paineis de energia solar são vistos em campo de Mahora, na cidade espanhola de Albacete, em 7 de maio de 2014

(afp_tickers)

As energias renováveis devem responder por 60% da produção europeia de eletricidade até 2030, contra 40% em 2012, com cerca de 1 trilhão de dólares em investimentos, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira.

A Europa deve desenvolver 557 gigawatts de capacidade renovável até 2030, de acordo com este estudo realizado pela Bloomberg News Energy Finance com base nas tendências do mercado da eletricidade, as políticas e os custos de diferentes tecnologias.

A produção de eletricidade a partir de combustíveis fósseis, como carvão e gás, deve diminuir de 48% para 27% - a energia a partir do carvão cairia mais de um terço (de 195 a 125 gigawatts), e o gás subiria ligeiramente de 275 a 280 gigawatts.

"Nosso estudo mostra que as futuras melhorias nos mercados de energia solar e eólica vão permitir a instalação cada vez maior de equipamentos nos próximos anos", comentou Seb Henbest, diretor para a Europa, Oriente Médio e África da Bloomberg News Energy Finance.

"Esperamos que a Europa invista cerca de um trilhão de dólares para desenvolver a sua capacidade de energia renovável até 2030, incluindo 339 bilhão de dólares em painéis solares e 250 bilhões em energia eólica no mar".

Melhorar a eficiência energética vai permitir moderar a evolução da demanda de energia elétrica em +9% entre 2014 e 2030, e o estudo prevê uma redução de 60% das emissões de CO2 do setor energético (1,3 bilhão de toneladas para 564 milhões).

Alemanha e Grã-Bretanha vão estar na vanguarda desta transição energética, de acordo com a Bloomberg. Estes dois países representam quase um terço das novas capacidades de produção. A Itália deve trazer 84 gigawatts de eletricidade verde com o vento, enquanto a França deve desenvolver 75 gigawatts e a Espanha 43 gigawatts, especialmente por meio solar.

Globalmente, a Bloomberg antecipa investimentos de 7,7 trilhões de dólares em geração de eletricidade, dois terços para as energias renováveis​​.

A região da Ásia-Pacífico gastará 2,5 trilhões, as Américas 816 bilhões, e a região Oriente Médio/África 818 bilhões para a produção sustentável.

AFP