Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Espanha multa Facebook em 1,2 milhão de euros por violar privacidade de dados de usuários

(afp_tickers)

A Agência Espanhola de Proteção de Dados (AEPD) anunciou, nesta segunda-feira, uma multa de 1,2 milhão de euros por ter coletado informações de seus usuários, sem seu claro consentimento.

Em um comunicado, a AEPD denunciou "a existência de duas infrações graves e uma gravíssima que violam a lei de proteção dos dados".

Segundo o órgão governamental, a rede social coleta "dados acerca de ideologia, sexo, crenças religiosas, gostos pessoais ou navegação sem informar claramente sobre o uso e o propósito que dará a eles", afirma o comunicado.

A agência disse que a política de privacidade do Facebook tem "temos genéricos e incertos" e "não coleta adequadamente o consentimento de seus usuários ou não usuários, o que constitui uma infração série" das normas de proteção de dados.

Segundo o órgão, o Facebook não removeu os dado pessoais da sua base de dados nem quando um usuário pediu isso.

A multa de 1,2 bilhão de euros é pequena perto do volume de negócios da empresa - a receita com publicidade foi de 9,2 bilhões de dólares no segundo trimestre.

Num comunicado, o Facebook disse que discorda "respeitosamente" da decisão da AEPD e que pretende recorrer dela. A empresa tem dois meses para isso.

"Como esclarecemos para a agência de proteção de dados, os usuários escolhem as informações que querem acrescentar aos seus perfis e dividir com os outros, bem como sua religião. Contudo, não usamos essas informação para direcionar anúncios", diz o comunicado.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP