Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Policial catalão recolhe possíveis pertences ligados ao ataque terrorista em Barcelona, no dia 18 de agosto de 2017

(afp_tickers)

A Polícia espanhola transmitiu às autoridades francesas nesta sexta-feira os dados de um veículo branco, modelo Kangoo, no âmbito da investigação sobre os atentados em Barcelona e Cambrils, informou uma fonte policial francesa.

"Os investigadores espanhóis fizeram um apontamento às autoridades francesas sobre este veículo com relação aos atentados", que causaram 14 mortos e mais de cem feridos, acrescentou a fonte.

Isto confirma uma informação publicada no jornal francês Le Parisien. O veículo poderia ter cruzado a fronteira franco-espanhola.

As forças de ordem espanholas ainda procuravam quatro pessoas, entre elas Moussa Oukabir, irmão do marroquino Driss Oukabir, já detido na quinta-feira em Ripoll, 100 km ao norte de Barcelona, segundo o jornal espanhol La Vanguardia.

Entre os quatro procurados, três são de Ripoll, pequena cidade de dez mil habitantes, onde três pessoas foram detidas no âmbito da investigação dos atentados.

O porta-voz da Polícia regional catalã, Josep Lluis Trapero, declarou que a investigação revela a existência de um "grupo de pessoas" que agiu de forma coordenada na Catalunha, especialmente em Ripoll e Alcanar, localidade ao sul de Barcelona.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP