Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Foto cedida pela Opera Del Duomo Firenze mostra homem escalando a Cúpula de Brunelleschi, em Florença, em 14 de novembro de 2017

(afp_tickers)

Um grupo de especialistas começou a escalar a famosa Cúpula de Brunelleschi em Florença, no centro da Itália, para revisar o estado dessa obra do Renascimento, anunciou nesta terça-feira o organismo que administra o monumento.

Conhecida como a Cúpula do Duomo de Florença, a obra que cobre a Catedral de Santa Maria del Fiore é famosa por ser uma obra de única, que mudou a história da arquitetura no século XV.

Pela primeira vez, os encarregados pelo monumento, que costuma ser submetido a uma profunda revisão duas vezes ao ano, tiveram que recorrer a uma empresa especializada para escalar a cúpula.

"Trata-se de um método espetacular que permite examinar cada telha do revestimento da cúpula para comprovar seu estado de conservação", explicou Luca Bagnoli, diretor da Obra, encarregado do monumento.

A organização instalou uma enorme grua na praça central da catedral para verificar o estado do tronco de cipreste de 14 metros de altura, coroado com um relicário e uma cruz, instalado sobre o campanário.

Os controles este ano são particularmente rigorosos depois que um turista espanhol morreu pela queda de um pedaço de pedra que se desprendeu de uma das naves da Basílica de Santa Cruz.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP