Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Barack Obama e Angela Merkel participam de uma entrevista coletiva em Berlim

(afp_tickers)

A chanceler alemã, Angela Merkel, espera uma mudança de comportamento dos Estados Unidos, e lamentou a queda de confiança no país, ao comentar os casos de espionagem americana em território alemão.

"A ideia de que é necessário fazer perguntas, quando trabalhamos juntos, se o que está na sua frente talvez trabalha para outro ao mesmo tempo, não é para mim uma relação de confiança", disse Merkel em uma entrevista ao canal público ZDF, que será exibida no domingo.

"Temos nisto visivelmente pontos de vista diferentes e devemos conversar", completou Merkel, que descartou que a crise no relacionamento EUA-Alemanha prejudique o desenvolvimento das negociações do tratado de livre comércio entre Estados Unidos e União Europeia.

"Não vivemos mais na época da Guerra Fria, na qual todos desconfiavam provavelmente de todos", disse Merkel.

"Acredito que os serviços secretos do século XXI devem concentrar-se nas coisas importantes e trabalhamos estreitamente com os americanos. Quero que isto continue", completou a chanceler.

Na sexta-feira, o governo dos Estados Unidos deu a entender claramente que não gostou da reação das autoridades alemãs que, em represália aos casos de espionagem, expulsaram o chefe do serviço secreto americano na Alemanha.

AFP