AFP

Adolf Hitler

(afp_tickers)

Uma estátua de Afrodite que Adolf Hitler deu de presente à cidade austríaca de Linz, onde passou sua juventude, será exposta em um museu local, depois de ter sido rejeitada em 2008, informou a prefeitura.

Obra do escultor nazista Wilhelm Wandschneider, a efígie foi oferecida em 1942 como um "presente pessoal" do ditador à sua cidade querida, que ele queria transformar na "capital cultural" do Terceiro Reich.

Exposta durante 65 anos na rotunda de um parque com vista para a cidade, a escultura caiu em desgraça em 2008, após um grupo de estudantes de arte revelar a sua origem.

A estátua, armazenada desde então nas reservas do museu municipal Nórdico, será finalmente exposta entre as coleções da galeria, indicou a conselheira de Cultura de Linz, Doris Lang-Mayerhofer.

Além disso, será acompanhada de explicações museográficas detalhadas, detalhou a mesma fonte, apontando que a cidade preferiu uma "abordagem ativa da lembrança" a um "desmantelamento da História".

Hitler viveu em Linz dos 10 aos 18 anos. Apesar da importância relativa desta cidade industrial do norte da Áustria, o ditador a elevou ao status de "cidade do Fürher", no mesmo nível que Berlim, Hamburgo, Munique e Nuremberg.

AFP

 AFP