Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Jim Parsons, que interpreta o talentoso e egoísta Sheldon Cooper, é visto em Wimbledon, em 30 de junho de 2014

(afp_tickers)

Três dos cinco protagonistas da comédia americana "The Big Bang Theory" chegaram a um acordo milionário com a Warner Bros, o que permitirá o reinício das filmagens do programa após uma semana de paralisação, informou a imprensa.

Jim Parsons, que interpreta o talentoso e egoísta Sheldon Cooper; Johnny Galecki, o romântico e "nerd" Leonard; e Kaley Cuoco, a divertida e sexy garçonete Penny, receberão um milhão de dólares por episódio nas próximas três temporadas, segundo a revista The Hollywood Reporter.

Os três atores, que até então recebiam 325 mil dólares por episódio, negociaram coletivamente, seguindo a estratégia das estrelas de "Friends", uma das séries mais populares da história dos Estados Unidos.

Os outros dois pratogonistas de "The Big Bang Theory" - Simon Helberg, o Howard, e Kunal Nayyar, o astrofísico indiano Raj - devem concluir um acordo com a Warner Bros sobre o seu aumento salarial ainda esta semana.

"The Big Bang Theory" é a comédia mais assistida nos Estados Unidos, com uma média de 20 milhões de telespectadores por semana, de acordo com dados da última temporada de maio.

O início das gravações da oitava temporada marcado para a semana passada foi adiado quando os cinco artistas se recusaram a voltar ao trabalho enquanto não chegassem a um acordo.

A imprensa americana acredita que este atraso possa resultar na eliminação de 24 capítulos da próxima temporada, porque "geralmente são necessárias três semanas para concluir a gravação de um episódio", de acordo com a The Hollywood Reporter.

"The Big Bang Theory" foi indicada ao Emmy na categoria Melhor Série de Comédia, que vai ser entregue neste mês em Los Angeles.

Já Parsons tentará o quarto prêmio de Melhor Ator de Comédia.

AFP