Navigation

Estudo com cobaias atribui ao curry propriedades anti-hipertensivas

Chef prepara prato à base de curry em restaurante indiano em Londres, em 23 de setembro de 2009 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. junho 2014 - 19:35
(AFP)

Cientistas médicos indianos anunciaram ter testado com sucesso uma mistura de temperos conhecida como curry que reduziu a pressão arterial em ratos de laboratório, despertando a expectativa de se encontrar medicamentos naturais e baratos para tratar esta doença crônica.

S. Thanikachalam, especialista em cardiologia que chefiou a pesquisa, disse que sua equipe testou em roedores uma mistura de gengibre, cardamomo, cominho e pimenta, ingredientes comuns na cozinha indiana, junto com pétalas de lótus branca e outros.

"Vimos, então, mudanças positivas em ratos com pressão arterial elevada induzida em nossas experiências em laboratório", disse Thanikachalam, que chefia o departamento de cardiologia na Universidade Sri Ramachandra da cidade de Madrassa (sul).

"A droga foi muito eficaz em reduzir a pressão arterial e diminuir o estresse oxidativo em ratos", disse à AFP.

O estudo destaca que as espécies contribuíram a reduzir a hipertensão arterial, uma forma secundária da pressão arterial alta, causada por um estreitamento das artérias nos rins.

Os indianos são geneticamente predispostos à hipertensão. Um em cada quatro pessoas sofre desta doença nas cidades, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Não é a primeira vez que o curry foi associado com benefícios para a saúde.

Os resultados do estudo foram publicados na edição de junho da publicação médica Experimental Biology and Medicine.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.