Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Paleontólogos trabalham em sítio arqueológico de Angeac-Charente, França, em 29 de julho de 2014

(afp_tickers)

O ancestral de dinossauros como o Tricerátopo era uma criatura similar às aves, com ancas largas e do tamanho de um peru, que viveu em cvrebanhos na América do Sul e gostava de mastigar samambaias, revelaram cientistas em estudo que será publicado nesta quarta-feira.

O "Laquintasaura venezuelae", que recebeu este nome devido ao país onde foi encontrado, viveu 201 milhões de anos atrás no início do período Jurássico, logo depois da grande extinção do final do Triássico, destacaram os pesquisadores em um artigo publicado no jornal Proceedings of the Royal Society B.

A história antiga dos dinossauros similares às aves, herbívoros com bico, denominados ornitísquios, do qual este lagarto recém-descoberto é um exemplar muito antigo, era apenas um esboço, e por isso muito poucos foram encontrados.

Os ornitísquios originaram os famosos Iguanodon, Estegossauro e Tricerátopo, que inspiraram brinquedos infantis e desenhos animados.

A descoberta dos restos de pelo menos quatro "Laquintasaura" na Venezuela demonstrou que os dinossauros retornaram rapidamente depois da extinção das espécies do período Triássico, afirmou o autor do estudo, Paul Barrett, paleontólogo do Museu de História Natural de Londres.

Também, "é fascinante e inesperado ver que viveram em rebanhos, algo do que tínhamos poucas evidências até agora nos dinossauros desta época", afirmou em um comunicado.

"O fato de que seja de um táxon completamente novo e remoto significa que podemos preencher algumas lacunas no nosso entendimento de quando os diferentes grupos de dinossauros evoluíram", acrescentou.

Os restos foram encontrados na formação geológica La Quinta, nos Andes Venezuelanos, uma região que se pensava ser anteriormente inóspita para os dinossauros.

A evidência de fósseis revelou que o Laquintasaura caminhou nas duas patas traseiras e que tinha cerca de um metro de comprimento da cabeça à cauda, e cerca de um quarto desta largura nos quadris.

Esta é a primeira espécie nova de dinossauro encontrada no norte da América do Sul.

A idade dos fósseis foi determinada com técnicas como a análise de radioatividade residual de minúsculos cristais contidos na rocha onde estavam os ossos.

AFP