Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um estudo científico realizado na França com 105.000 pessoas vinculou o consumo de alimentos ultraprocessados - como refrigerantes e cereais açucarados - ao risco de câncer

(afp_tickers)

Um estudo científico realizado na França com 105.000 pessoas vinculou o consumo de alimentos ultraprocessados - como refrigerantes e cereais açucarados - ao risco de câncer.

Batizada de NutriNet-Santé e divulgada nesta quinta-feira (15), a pesquisa é baseada em questionários preenchidos na Internet entre 2009 e 2017 por participantes com idade média de 43 anos.

Um grupo de cientistas franceses e brasileiros se interessou pelos "alimentos ultraprocessados", que contêm, segundo eles, "geralmente quantidades mais elevadas de lipídios, lipídios saturados, açúcares e sais adicionados, assim como uma densidade menor em fibras e vitaminas".

O estudo publicado na revista médica British Medical Journal (BMJ) concluiu que "o consumo de alimentos ultraprocessados está associado a um risco mais elevado de câncer" em geral (aumento de 6% a 18%), e de câncer de mama (de 2% a 22%).

Neste grupo, os cientistas constataram 2.228 casos de câncer, incluindo 108 fatais e 739 especificamente de mama.

Os alimentos que representam riscos incluem pães, doces, sobremesas, cereais, bebidas açucaradas, carnes transformadas (almôndegas, "nuggets", presunto com aditivos...), massas e sopas instantâneas, pratos congelados, etc.

Em um editorial, o BMJ destaca que o estudo propõe apenas uma primeira observação, que "merece uma exploração atenta e mais profunda".

"O vínculo entre causa e efeito ainda precisa ser demonstrado", afirmou o Instituto Nacional de Saúde e de Pesquisa Médica da França, um dos financiadores do estudo.

Outros fatores podem influenciar, segundo o periódico científico, já que, "por exemplo, o tabagismo e uma atividade física frágil estavam muito mais presentes entre os participantes que consumiam uma proporção maior de alimentos ultraprocessados".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP