Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O Congresso americano aprovou, nesta sexta-feira (8), uma lei que destina 15,25 bilhões de dólares em ajuda aos estados afetados pela passagem do furacão Harvey e amplia por três meses o teto da dívida do governo federal

(afp_tickers)

O Congresso americano aprovou, nesta sexta-feira (8), uma lei que destina 15,25 bilhões de dólares em ajuda para os estados afetados pela passagem do furacão Harvey e amplia por três meses o teto da dívida do governo federal.

Aprovada no Senado na quinta-feira, a lei recebeu o apoio da maioria da Câmara dos Representantes, com 316 votos contra 90. Ela também amplia o financiamento do governo até dezembro. Agora, segue para sanção do presidente Donald Trump.

A assistência de emergência pelo furacão Harvey chega quando o gigantesco furacão Irma já ameaça o estado da Flórida.

Trump chegou a um acordo com a oposição democrata, apesar da reticência dos legisladores do partido republicano. Eles queriam que as medidas acerca da dívida e do orçamento fossem acompanhadas de cortes de gastos e que valessem pelo menos até o fim de 2018.

A lei evita que o governo interrompa os pagamentos em 1 de outubro e permite que siga funcionando sem problemas até dezembro, evitando assim a paralisação absoluta, ou "shutdown", da administração federal até essa data.

Democratas e republicanos ainda devem chegar a um acordo sobre uma solução definitiva para as questões da dívida e do orçamento. Os temas envolvem o financiamento da construção de um muro na fronteira com o México, que é rechaçado pelos democratas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP