Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Usina nuclear em Pottstown, Pensilvânia, no dia 25 de março de 2011

(afp_tickers)

Uma usina que processa material nuclear no estado americano da Carolina do Sul (sudeste) foi reaberta após ter ficado fechada preventivamente por várias horas nesta segunda-feira por um alerta causado pela suspeita de existência de vestígios de explosivos em um caminhão baú.

As autoridades concluíram que "não havia restos de explosivos no caminhão que foi examinado esta tarde na Savannah River Site", perto de Aiken, na Carolina do Sul, informou a usina em sua página no Facebook.

Um mecanismo de segurança foi ativado, fechando as entradas da instalação depois que "rastreamentos caninos e eletrônicos de um caminhão baú indicaram a possibilidade de resíduos de explosivos no veículo", informaram mais cedo os encarregados da usina, que pertence ao Departamento de Energia dos Estados Unidos.

Autoridades dos estados da Carolina do Sul e da vizinha Geórgia, que colaboram com a empresa que oferece segurança à instalação, determinaram que se tratou de um alarme falso, o que levou à reabertura da usina.

Os primeiros informes da imprensa local reportaram que o caminhão suspeito tinha sido detido perto de uma área onde se trabalha com urânio enriquecido.

AFP