AFP

(Arquivo) Prédio do Federal Reserve

(afp_tickers)

O Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos deu início nesta terça-feira a sua reunião de dois dias com sinais de uma tímida inflação que afastam um eventual aumento da taxa de juros, ao menos por enquanto.

As deliberações se estenderão até quarta-feira às 18H00 GMT (15H00 horário de Brasília), mas os agentes econômicos não esperam que o comitê de Política Monetária do Fed (FOMC) anuncie mudanças na taxa de juros, que atualmente estão entre 0,7% e 1,0%

A maioria dos economistas acha que o Fed subirá os juros mais duas vezes neste ano, possivelmente em junho e setembro, apesar dos vários indicadores medíocres desde o aumento dos juros em março.

Por outro lado, outros analistas acreditam que a inflação baixa e outros indicadores fracos podem fazer com que o Fed faça apenas mais um aumento neste ano.

A dúvida é se o presidente Donald Trump cumprirá suas promessas da campanha de aumentar o gasto público e reduzir impostos, que pode impulsionar o crescimento da maior economia do mundo ao menos no curto prazo.

AFP

 AFP