AFP

O vice-presidente Mike Pence e os novos 12 integrantes da NASA

(afp_tickers)

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, qualificou os 12 novos astronautas da Nasa como "o melhor de nós", após terem sido selecionados dentre um grupo de mais de 18.000 concorrentes.

Os sete homens e as cinco mulheres que integrarão o programa espacial americano, que está concentrado em explorar nas próximas décadas o planeta Marte e outros destinos espaciais de longa distância, inclui pilotos militares, físicos e biólogos marinhos.

"Vocês representam o melhor de nós", declarou Pence durante um evento em Houston.

"Com o presidente Donald Trump, os Estados Unidos se tornarão mais uma vez líder espacial, e o mundo ficará maravilhado", constatou Pence.

Mais de 18.300 pessoas enviaram solicitações para se tornarem astronautas, de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016. Esse número representou mais do que o dobro do recorde anterior de 8.000, estabelecido em 1978, segundo a Nasa.

Para se candidatar a estes cargos é preciso ser cidadão americano, ter um diploma acadêmico no campo da ciência, tecnologia, engenharia ou matemática, além de possuir ao menos três anos de experiência relacionada à área.

Os novos astronautas iniciarão um treinamento especial em agosto, que incluirá a compreensão sobre naves espaciais, desenvolvimento de habilidades para caminhadas espaciais, além de cursos de russo para poderem se comunicar com outros colegas na Estação Espacial Internacional.

Pence também anunciou que dirigirá um novo conselho consultivo sobre assuntos espaciais, órgão que foi extinto em 1993.

AFP

 AFP