Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Logo da empresa Google é vista durante entrevista coletiva em Nova York, no dia 2 de fevereiro de 2015

(afp_tickers)

A Comissão Federal de Comércio americano (FTC, na sigla em inglês) lançou uma investigação contra a Google, suspeita de embarreirar a concorrência em seu sistema operacional Android, implantado nas várias marcas de smartphones, informou nesta sexta-feira o serviço de notícias econômicas Bloomberg.

A Comissão chegou a um acordo com o departamento de Justiça dos Estados Unidos para ficar a cargo de um procedimento sobre o tema e já se reuniu com os responsáveis do grupo americano, informou a agência, citando fontes próximas ao caso.

A FTC reprova a prioridade dada pela Google aos serviços desenvolvidos por seus meios na plataforma Android, disse a Bloomberg, acrescentando que a investigação está no começo e pode resultar em uma acusação.

Não é a primeira vez que a FTC investiga a companhia, já que suspeitou que a Google privilegia seus próprios serviços (vídeos do Youtube, viajes, opiniões sobre restaurantes) nas ferramentas de busca propostas aos internautas. A FTC concluiu esse caso em 2013 em troca de um compromisso de boa conduta por parte do gigante tecnológico.

Contactados pela AFP, tanto a Google como a Comissão se negaram a comentar o caso. "As investigações da FTC não são públicas e não comentaremos sobre uma investigação ou a existência de uma investigação", disse um porta-voz da FTC.

AFP