Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Prédio do Federal Reserve

(afp_tickers)

O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira (5) a proposta do presidente Donald Trump de nomear Randal Quarles como governador do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano), encarregado da supervisão dos bancos.

Quarles, de 60 anos, foi subsecretário do Tesouro do presidente George W. Bush. Desde então, dirigia um fundo de investimentos.

Após a confirmação pelo Senado, ele vai integrar o Comitê de Política Monetária do Fed, o Fomc.

Ele também será vice-presidente do diretório do Fed encarregado da regulamentação bancária, que Trump quer eliminar após ser instaurada na crise de 2008.

O cargo foi criado em 2010, mas nunca foi preenchido. Ele era ocupado por um governador do Fed que renunciou em fevereiro.

Quarles foi muito crítico das nomas impostas às entidades financeiras, especialmente daquelas consideradas "grandes demais para quebrar".

Em 2016, escreveu no jornal Wall Street Journal que as regulamentações implicam, de fato, em um encarecimento do crédito.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP