Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Foto de arquivo tirada em 22 de julho de 2015 mostra o então secretário americano de Defesa Ashton Carter (C) em Jidá, Arábia Saudita

(afp_tickers)

Dois aviões reforçados "Doomsday" do Pentágono, desenhados para resistir ao calor de uma explosão nuclear, estão sendo reparados após serem danificados por um tornado, informou a Força Aérea nesta sexta-feira.

Os E4-B Boeing 747, construídos na década de 1970, durante a Guerra Fria, são essencialmente comandos preparados para voo permanente durante tempos de crise.

A Força Aérea tem quatro E4-B, que também transportam o secretário da Defesa em torno do mundo.

Dois destes aparelhos foram danificados no dia 16 de junho, na Base Offutt da Força Aérea, em Nebrasca, quanto um tornado varreu a área.

"Dois aviões E-4B do Centro Nacional de Operações do transporte aéreo estacionados em Offutt AFB foram danificados pela tormenta", disse Pat Ryder, porta-voz da Força Aérea.

O mesmo tornado danificou sete aviões de reconhecimento RC-135, que sofreram danos menores.

O E-4B é um 747 reforçado capaz de resistir à onda eletromagnética de uma explosão nuclear e à rajada térmica.

AFP