Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ben Rhodes, vice-conselheiro de segurança nacional do presidente Barack Obama, fala sobre a situação do Iraque, durante uma coletiva de imprensa em Martha Vineyard, no estado americano de Massachusetts.

(afp_tickers)

Os Estados Unidos analisam diferentes soluções para ajudar os civis sitiados nas montanhas do norte do Iraque pelos jihadistas: estabelecer corredores humanitários ou retirá-los por via aérea são as alternativas.

"Sim, há uma gama de opções. Não quero antecipar decisões que ainda não foram tomadas, vamos nos basear nos relatos das nossas equipes no terreno", declarou Ben Rhodes, vice-conselheiro de segurança nacional do presidente Barack Obama.

"Mas estamos analisando a possibilidade de estabelecer corredores, realizar evacuações aéreas. Estudamos como mover as pessoas que estão em zonas de perigo nas montanhas para áreas mais seguras. Isso é exatamente o que estão estudando nossas equipes no Iraque", acrescentou.

Especialistas da ONU sobre os direitos humanos pediram na terça-feira à comunidade internacional a adoção de medidas urgentes para evitar o "genocídio" da comunidade yazidi no Iraque pelos jihadistas.

Os rebeldes do Estado Islâmico (EI) tomaram extensas áreas ao norte, leste e oeste de Bagdá, perseguem essa minoria e comunidades cristãs.

AFP