AFP

Logo da Syngenta

(afp_tickers)

A Comissão sobre a concorrência (FTC) americana deu nesta terça-feira seu acordo para a fusão entre o gigante chinês da química ChemChina e sua concorrente suíça Syngenta, mas exigiu que se desfaçam de três pesticidas.

Trata-se do herbicida Paraquat, do inseticida Abamectin e do fungicida Chlorothalonil, informou a FTC em comunicado.

Segundo a FTG, os três produtos pertencem à Syngenta e a fusão com a ChemChina lhe daria uma posição dominante no mercado americano, já que a ChemChina controla as versões genéricas.

A ChemChina, um grupo estatal, havia proposto no começo de 2016 adquirir a Syngenta por 43 bilhões de dólares, por meio de uma oferta pública de compra.

O Comitê para investimentos estrangeiros nos Estados Unidos (CFIUS) já havia dado seu aval a essa fusão, em agosto do ano passado.

Trata-se da maior operação de fusão lançada por um grupo chinês no exterior.

AFP

 AFP