O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, garantiu nesta quinta-feira (16) que uma das "ameaças" com que justificou sua movimentação militar no Oriente Médio são os mísseis descobertos em "dhows", embarcações tradicionais usadas no Golfo Pérsico.

"Os mísseis em barcos civis são uma fonte de preocupação", disse um funcionário dos EUA que pediu para permanecer no anonimato.

As declarações do oficial confirmam informações do jornal "The New York Times", baseadas em fotografias de serviços de Inteligência dos EUA mostrando essas embarcações comerciais carregadas com mísseis.

Totalmente armados, os mísseis foram carregados nesses barcos pelos Guardiães da Revolução, o exército ideológico da República Islâmica, informou o jornal.

"O que preocupa os militares e os serviços de Inteligência é a intenção" por trás desses carregamentos, disse a autoridade dos EUA à AFP.

Na rádio pública americana, NPR, o embaixador do Irã na ONU, Majid Takht Ravanchi, não negou que esses barcos estejam transportando mísseis.

"Temos que nos preparar", disse.

"Não estou em posição de falar do nível de preparação militar. O que eu posso lhes dizer é que todas essas acusações são parte das acusações falsas que se dirigem contra o Irã para preparar algo como um conflito, ou uma guerra", completou.

Os Estados Unidos reforçaram sua presença militar no Golfo Pérsico nas últimas duas semanas para aumentar a pressão sobre o governo de Teerã, a quem acusa de preparar um ataque contra seus interesses na região.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.