Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A diplomata americana Roberta S. Jacobson, chefe da delegação de Washington, durante a segunda sessão de negociações com Cuba em Havana em 22 de janeiro

(afp_tickers)

O departamento americano de Estado está na fase final do processo de revisão da presença de Cuba na lista de países que patrocinam o terrorismo, revelou nesta terça-feira uma alta fonte diplomática.

"Realizamos este trabalho durante alguns meses e acredito que estamos no final deste processo, terminando esta tarefa", disse a subsecretária de Estado para a América Latina, Roberta Jacobson, sem precisar "exatamente" quando o departamento de Estado enviará sua recomendação ao presidente Barack Obama.

Ben Rhodes, assessor de Obama no Conselho de Segurança Nacional, disse mais cedo que o processo de revisão sobre a presença de Cuba na lista está na "fase final".

Ao anunciar a reaproximação com Cuba, em 17 de dezembro passado, Obama pediu ao departamento de Estado a revisão da presença de Havana na lista de patrocinadores do terrorismo.

Cuba está na lista desde 1982, ao lado de países como Irã, Síria e Sudão.

Após Washington e Havana surpreenderem o mundo com o anúncio de que deixariam para trás meio século de enfrentamentos, o governo americano colocou em vigor, em janeiro, uma série de medidas para flexibilizar as viagens, o envio de remessas de dinheiro pelas famílias, e o comércio com a Ilha, mas sem eliminar, contudo, o embargo vigente desde 1962.

AFP