Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O artefato, chamado "Simorgh", é capaz de colocar "satélites de 250 quilos a uma altura de 500 quilômetros" acima da superfície terrestre

(afp_tickers)

Os Estados Unidos lançaram nesta quinta-feira contra o Irã por seu teste de um foguete lançador de satélites, alegando que se trata de uma violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU e de um ato que prejudica a estabilidade regional.

"Consideramos o desenvolvimento de um míssil balístico", disse a jornalistas a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert. "Consideramos um ato de provocação", acrescentou.

O Irã anunciou nesta quinta-feira ter testado com sucesso um lançador de satélites.

O artefato, chamado "Simorgh", é capaz de colocar "satélites de 250 quilos a uma altura de 500 quilômetros" acima da superfície terrestre.

Com este lançamento foi inaugurado oficialmente o Centro Espacial Imã Khomeini, construído para lançar satélites, informou a emissora estatal iraniana.

Os ocidentais suspeitam que o Irã queira desenvolver, usando a tecnologia de seus lançadores de satélites, mísseis balísticos de longo alcance capazes de transportar cargas convencionais ou nucleares.

O Irã sempre desmentiu essa acusação, afirmando que seu programa espacial tem fins unicamente pacíficos.

AFP