Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Marinheiros trabalham no porta-aviões americano USS George H.W. Bush, em 15 agosto de 2014, no Golfo.

(afp_tickers)

A aviação americana realizou 14 ataques nas últimas 24 horas contra posições dos jihadistas do Estado Islâmico perto da maior represa do Iraque, declarou o Pentágono, em meio às ameaças do EI de matar outro jornalista caso os bombardeios continuem.

Drones e caças americanos destruíram ou danificaram seis veículos Humvees, três depósitos de explosivos, um morteiro e dois veículos armados, anunciou o Comando Central (US Central Command).

Os ataques têm por objetivo "continuar expandindo" o controle curdo e iraquiano da área.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP