Navigation

EUA não planeja destruir foguete chinês em queda livre

O foguete chinês Longa Marcha 5B decola do centro de lançamento espacial de Wenchang em 29 de abril de 2021 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 06. maio 2021 - 21:54
(AFP)

Os Estados Unidos não têm planos de destruir um foguete chinês fora de controle em direção à Terra, disse o secretário de Defesa americano, Lloyd Austin, nesta quinta-feira (6).

"Temos a capacidade de fazer muitas coisas, mas não temos um plano para derrubá-lo agora", revelou Austin aos repórteres.

Especialistas do Pentágono esperam que o foguete Longa Marcha 5B, que saiu de órbita após se separar da estação espacial de Pequim, atinja a superfície em algum momento entre sábado e domingo.

Mas é difícil prever quando e onde cairá.

"Temos esperança de que ele caia em um lugar onde não prejudique ninguém. Torcemos para que seja no oceano ou em algum lugar assim", explicou Austin, que insinuou negligência por parte da China em deixar o corpo do foguete sair da órbita.

“Eu acho que isso mostra o fato de que, para aqueles de nós que operam no domínio espacial, existem requisitos (de segurança), ou deveria haver um requisito para operar com segurança e consideração,” criticou Austin.

Precisamos "ter certeza de levar esse tipo de coisa em consideração quando planejamos e conduzimos operações" no espaço, acrescentou.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?