Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O governo suspeita que o carregamento vem de uma organização colombiana conhecida como "El Cartel"

(afp_tickers)

Cinco mexicanos presos pelos Estados Unidos em uma operação com barco e helicóptero em frente à costa oeste do México foram acusados nesta segunda-feira na Justiça de Nova York de tentar traficar mais de duas toneladas de cocaína.

Os cinco acusados foram extraditados e apresentados ao juiz Ronald L. Ellis na corte federal de Manhattan.

A Procuradoria os acusa de possuir e conspirar para transportar mais de 2.000 kg de cocaína em violação das leis marítimas antidrogas dos Estados Unidos, um crime cuja sentença mínima varia de 10 anos de reclusão a prisão perpétua.

O governo suspeita que o carregamento vem de uma organização colombiana conhecida como "El Cartel", que envia a droga a vários lugares do mundo em pequenos barcos de pescadores conhecidos como "panga" ou em lanchas rápidas de fibra de vidro conhecidas como "go-fasts". Estas últimas são difíceis de rastrear por radar e têm capacidade máxima de cinco passageiros.

AFP