Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Feira de empregos em San Francisco, Califórnia

(afp_tickers)

O índice de desemprego nos Estados Unidos caiu em outubro ao menor nível em 17 anos, ao mesmo tempo que aumentou a criação de postos de trabalho, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira (3).

A taxa de desemprego ficou em 4,1%, contra 4,2% em setembro. Este é o menor nível desde dezembro de 2000.

A criação líquida de postos de trabalho saltou a 261.000 com a reabertura de empresas, após o impacto dos furacões no sul do país, que afetaram a criação de empregos em setembro.

Os analistas previam a criação de 300.000 novos postos de trabalho e uma taxa de desemprego de 4,3%.

Esses resultados ainda mostram que o mercado de trabalho americano está em forma, com facilidade para se recuperar dos furacões.

Os dados de setembro também foram melhores que o inicialmente relatado, com 18 mil novos postos de trabalho, em vez da perda de 33 mil posições.

Economistas, contudo, esperavam uma recuperação ainda melhor das tempestades, com uma expectativa de 300 mil novas vagas.

A queda da taxa de desemprego deve influenciar o debate entre os tomadores de decisões do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano), que parecem favoráveis a aumentar a taxa de juros americana na reunião do mês que vem, apesar da inflação persistentemente baixa.

Desde janeiro, o desemprego nos EUA caiu mais de 0,7 ponto percentual. Cada vez mais empregadores reafirmam a dificuldade de ocupar vagas diante da escassez de mão de obra qualificada.

"Como no fim da década de 1990, a última vez em que o desemprego foi tão baixo, o Fed vai começar a suar por causa das potenciais implicações inflacionárias", disse Chris Low de FTN Financial.

"Contudo, quem tiver tempo de olhar os dados verá que o fim dos anos 90 foi uma época notoriamente benigna para a inflação", acrescentou.

As pressões salariais em outubro estavam estagnadas, contudo, com o salário médio por hora perdendo um centavo, a 26,53 dólares.

Os empregos em bares e restaurantes se recuperaram rapidamente dos furacões, com 89 mil novas posições em outubro, após o declínio de 98 mil em setembro.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP