Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin

(afp_tickers)

O Tesouro dos Estados Unidos anunciou sanções, nesta terça-feira (22), contra 10 organizações e seis indivíduos russos e chineses, que estariam ligados ao desenvolvimento do programa nuclear da Coreia do Norte.

"O Departamento do Tesouro continuará aumentando sua pressão sobre a Coreia do Norte, apontando para aqueles que apoiam o desenvolvimento dos programas nucleares e balísticos e isolando-os do sistema financeiro americano", disse o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, citado em um comunicado.

"É inaceitável que indivíduos e companhias na China, Rússia e outras partes ajudem a Coreia do Norte a gerar rendas usadas para desenvolver armas de destruição em massa e desestabilizar a região", acrescentou.

A decisão visa ao congelamento dos bens nos Estados Unidos das pessoas e entidades designadas, e proíbe aos cidadãos americanos a fazer negócios.

Entre os grupos sancionados estão a sociedade Dandong Rich Earth Trading, baseada na China, e Gefest-M, com sede em Moscou.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP