Navigation

EUA supera pela primeira vez os 90.000 casos de covid-19 em 24 horas

Paramédicos do Corpo de Bombeiros do Condado de Anne Arundel treinal um ultrassom com doppler portátil, usado para examinar os pulmões de pacintes com possível infecção por covid-19 e, Glen Burnie, Maryland, 27 de outubro de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. outubro 2020 - 01:03
(AFP)

Os Estados Unidos registraram nesta quinta-feira (29) um novo recorde de casos de covid-19 em 24 horas, ao superar pela primeira vez os 90.000 novos contágios, segundo contagem da universidade Johns Hopkins.

O país, que atravessa um recrudescimento da epidemia desde meados de outubro, somou 91.290 novos casos entre quarta e quinta-feira, segundo registro às 20h30 locais das cifras da universidade, atualizadas continuamente.

Também em 24 horas, 1.021 pessoas morreram por causa da covid-19 nos Estados Unidos, de longe o país mais afetado do mundo em número de vítimas fatais.

Até a noite desta quinta-feira, o país registrava um total de 228.625 mortes desde o início da pandemia e 8,94 milhões de casos.

No sábado, o país já tinha registrado um recorde de contágios em um dia, com 88.973 casos.

Atualmente, a situação mais difícil ocorre nos estados do norte e do meio oeste do país.

A cinco dias das eleições presidenciais, o candidato democrata Joe Biden fez da gestão da crise sanitária seu principal ângulo de ataque contra o presidente Donald Trump.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.