Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imagem de um avião da companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos Etihad, decolando em Abu Dhabi, em 22 de março de 2017

(afp_tickers)

Washington autorizou novamente os computadores portáteis nos voos da companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos Etihad com destino aos Estados Unidos, anunciou no domingo a administração americana.

A Etihad Airways é a primeira companhia aérea que se beneficia da suspensão desta proibição, estabelecida em 21 de março pelas autoridades americanas para os voos provenientes de dez aeroportos de oito países árabes e da Turquia.

A proibição concernia a todos os computadores portáteis, tablets e aparelhos eletrônicos de tamanho superior a um telefone celular. Tinha sido justificada com base em ameaças de atentados com aparelhos eletrônicos com explosivos.

A proibição foi retirada para todos os voos da Etihad que partem de Abu Dhabi, indicou no domingo David Lapan, um porta-voz do departamento de Segurança Interior.

A decisão se deve a que a companhia e o aeroporto aplicaram as medidas de segurança adicionais exigidas pelos Estados Unidos em 28 de junho, explicou.

Washington explicou em 28 de junho que exigia medidas de segurança mais estritas para todos os voos com destino aos Estados Unidos, independentemente do país de origem. Essas medidas são confidenciais, mas incluem controles reforçados sobre passageiros e verificações adicionais de aparelhos eletrônicos.

AFP