Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Maio) O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Julio Borges (e), e o presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, após uma reunião em Bruxelas

(afp_tickers)

A eleição no domingo de uma Assembleia Constituinte na Venezuela representa "um novo golpe na democracia" pelo governo de Nicolás Maduro, declarou o presidente da Eurocâmara, Antonio Tajani, que ameaçou altos funcionários venezuelanos com sanções.

"As eleições do próximo domingo (...) supõem um novo golpe contra a democracia por parte do regime Maduro", indicou Tajani, expressando sua solidariedade para com o parlamento venezuelano, dominado pela oposição.,

O presidente do Parlamento Europeu, o líder das instituições europeias mais crítico em relação ao governo venezuelano, reiterou ainda seu pedido a Caracas para que detenha a violência e liberte os presos políticos.

AFP