Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O chanceler alemão Gerhard Schröder em São Petersburgo, no dia 29 de setembro de 2017

(afp_tickers)

O ex-chanceler alemão Gerhard Schröder, amigo do presidente russo Vladimir Putin, anunciou nesta sexta-feira (29) que foi eleito presidente do conselho de administração da gigante petroleira russa Rosneft, apesar das críticas de Angela Merkel.

"Estou feliz de ter sido eleito não apenas membro do conselho de administração, mas também presidente", anunciou Schröder, de 73 anos, à imprensa, após a assembleia geral de acionistas do grupo, que é 50% controlado pelo Estado russo, em São Petersburgo.

"Estou convencido de que as boas relações com a Rússia são benéficas para a Alemanha", afirmou o ex-chefe do governo alemão, que já preside o comitê de acionistas da empresa controlada pelo Gazprom, que explora o gasoduto Nord Stream, distribuidor de gás russo na Alemanha, através do mar Báltico.

Pouco antes, os acionistas do grupo tinham aprovado sua candidatura ao conselho de administração, que já foi revelada em agosto por um decreto do governo russo.

A Rosneft, um dos maiores produtores de hidrocarbonetos do mundo, é dirigida pelo influente Igor Sechin, próximo de Putin. O grupo faz parte das empresas sancionadas por ocidentais por causa da crise ucraniana.

No fim de agosto, a chanceler Angela Merkel tinha criticado a candidatura do seu predecessor ao conselho de administração: "Acredito que o que o senhor Schröder está fazendo não está certo", disse em entrevista ao jornal alemão Bild.

"Quando não for chanceler, não tenho a intenção de assumir um cargo no setor de negócios", completou a dirigente conservadora, em campanha à época.

Chanceler social-democrata da Alemanha de 1998 a 2005, Schröder é um amigo de longa data do presidente russo Vladimir Putin, com quem comemorou seus 70 anos em um palácio em São Petersburgo, em plena crise ucraniana.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP