Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ex-presidente americano Barack Obama, em Milão, em 9 de maio de 2017

(afp_tickers)

O ex-diretor de Inteligência sob a administração de Barack Obama, James Clapper, disse estar preocupado com a ideia de Donald Trump poder decidir sozinho sobre um ataque nuclear.

"Realmente me questiono sobre sua capacidade, sua aptidão para ocupar esta função e começo a me perguntar sobre suas motivações", afirmou Clapper na quarta-feira na CNN, onde intervém como analista.

Seus comentários foram feitos em reação ao comício de Donald Trump na noite de terça-feira em Phoenix, Arizona, durante o qual atacou a imprensa e senadores de seu próprio partido durante um longo e incoerente discurso.

"Pode representar" uma ameaça à segurança nacional, acrescentou o ex-funcionário do governo de Obama. "Me preocupa que tenha acesso aos códigos nucleares", declarou.

"Se tiver um acesso de raiva, decidir fazer algo contra Kim Jong-UN, não há muito a fazer para impedir", assinalou Clapper. "O sistema foi concebido para permitir uma resposta rápida em caso de necessidade. Há poucos freios à ativação nuclear, o que é aterrorizante".

Designado por Barack Obama, James Clapper, de 76 anos, comandou os Serviços de Inteligência de 2010 a 2017.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP