AFP

Ex-presidente Mohamad Khatami acena para partidários em 2003

(afp_tickers)

O ex-presidente reformista iraniano Mohamad Khatami anunciou apoio ao atual presidente, o moderado Hassan Rohani, candidato a um segundo mandato de quatro anos nas eleições presidenciais de 19 de maio.

"A derrota de Rohani significaria uma possível volta ao isolamento internacional e às sanções contra o Irã", afirmou Khatami, presidente de 1997 a 2005.

O governo do presidente Rohani assinou em julho de 2015 um acordo nuclear com as grandes potências que permitiu a retirada de parte das sanções internacionais, em janeiro de 2016.

"Como acreditam (o primeiro vice-presidente reformista Es Hagh) Jahanguiri e todos os sábios, o interesse do povo e do país é a continuidade de um governo do presidente Rohani", completou.

Jahanguiri e Rohani são os dois principais candidatos do lado reformista e moderado, contra o prefeito de Teerã, Mohamad Bagher Ghalibaf, e o religioso Ebrahim Raissi, que representam o lado conservador.

Outros dois candidatos relativamente desconhecidos, Mostafa Hachemitaba (reformista) e Mostafa Mirsalim (conservador), também estão na disputa.

AFP

 AFP