Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Protestantes participando de manifestação em La Paz, no dia 17 de julho de 2015

(afp_tickers)

Uma explosão de dinamite atingiu, nesta quarta-feira, a sede da embaixada da Alemanha em La Paz, incendiando o interior do prédio, em meio a violentos distúrbios provocados por mineiros em um protesto regional, informaram as autoridades.

"Uma dinamite atingiu as instalações da embaixada da Alemanha e bombeiros já intervieram para apagar o fogo que incendiou a instalação diplomática", disse o ministro do Interior, Carlos Romero, a jornalistas.

O fogo foi logo apagado sem ferir ninguém, de acordo com as imagens de TV.

A violência se desencadeou apenas alguns minutos após o fracasso da negociação entre o governo e dirigentes civis de Potosí (sudoeste), região em greve há três semanas, exigindo obras e investimentos, em um prédio do governo próximo à embaixada da Alemanha.

"Estamos nos retirando porque realmente não há condições para abrir o diálogo", disse o líder do Comitê Cívico Potosinista (Comcipo), Johnny Lally, antes de abandonar o ministério do Interior, poucos minutos antes do início da confusão.

A explosão também atingiu uma equipe da TV estatal que iria transmitir a reunião, segundo informou a ministra da Comunicação, Marianela Paco.

Os líderes do Concipo, apoiados por centenas de mineiros, chegaram à La Paz para pedir diálogo com o presidente Evo Morales, mas o governo assegurou que eles só poderão conversar com ministros sobre uma lista de demandas.

A Praça das Armas de La Paz, onde estão as sedes do Executivo e do Legislativo, continua fechada por cordões de segurança e policiais.

AFP