Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Uma bomba que parecia um brinquedo matou neste domingo seis crianças em uma zona tribal do noroeste do Paquistão, na fronteira com o Afeganistão

(afp_tickers)

Uma bomba que parecia um brinquedo matou neste domingo seis crianças em uma zona tribal do noroeste do Paquistão, na fronteira com o Afeganistão, anunciaram as autoridades locais.

A bomba explodiu no povoado de Speenmark, no distrito tribal de Waziristão do Sul.

"Seis crianças, entre seis e 12 anos, todos meninos, morreram pela explosão de um brinquedo bomba e outros dois estão gravemente feridos", disse à AFP uma fonte do governo local que não quis se identificar.

Outro comandante dos serviços de segurança confirmou a informação e o balanço de mortos. Por enquanto não se sabe a origem do explosivo.

Não é a primeira vez que explode uma bomba deste tipo na região, que nos últimos anos matou dezenas de crianças.

Nos anos 1980, as forças soviéticas lançaram brinquedos bomba contra a resistência afegã que se opunha à ocupação.

O Waziristão do Sul é uma das sete zonas tribais semiautônomas nas quais o Exército paquistanês enfrenta há mais de uma década os insurgentes talibãs e os extremistas da Al-Qaeda.

AFP