AFP

O Facebook anunciou nesta sexta-feira ter descoberto uma operação internacional que espalhava a opção "curtir" e comentários falsos para ganhar amigos e enchê-los com mensagens spam

(afp_tickers)

O Facebook anunciou nesta sexta-feira ter descoberto uma operação internacional que espalhava a opção "curtir" e comentários falsos para ganhar amigos e enchê-los com mensagens spam.

A rede social afirmou que principalmente contas de Bangladesh, Indonésia e Arábia Saudita foram alvo deste ataque. A rede social disse que trabalhou durante seis meses para neutralizar o que considera uma campanha coordenada.

"Nossos sistemas foram capazes de identificar em grande parte esta atividade ilegal e de retirar um número importante de falsos 'curtir'", indicou em um comunicado Shabnam Shaik, responsável do programa de proteção técnica do Facebook.

"Para desfazer agora esSa campanha, vamos evitar que a rede de remetentes não desejados possa alcançar seu objetivo de enviar elementos falsos para um grande número de pessoas", disse o comunicado.

O Facebook considerou que o objetivo seria enganar os donos das contas para que se tornassem "amigos" de perfis falsos por onde eram enviadas as mensagens spam.

AFP

 AFP