Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A NBC News informou que o suspeito esfaqueou o policial diversas vezes aos gritos de "Allahu Akbar"  (Alá é grande)

(afp_tickers)

Um policial foi esfaqueado nesta quarta-feira (21) no aeroporto de Michigan, no que o FBI descreveu como um "ato terrorista".

"Nós investigamos este incidente ocorrido hoje (quarta-feira), às 9h45 (10h45, horário de Brasília) como um ato de terrorismo", declarou o chefe local do FBI, David Gelios, em entrevista coletiva.

Um suspeito foi levado sob custódia e está sendo interrogado, após o ataque registrado no Aeroporto Internacional Bishop, de Flint, em Michigan, informou a instituição no Facebook, acrescentando que "o policial atacado se encontra em condição estável".

A NBC News informou que o suspeito esfaqueou várias vezes o policial Jeff Neville aos gritos de "Allahu Akbar" (Alá é grande).

Nenhum passageiros ficou ferido, de acordo com as autoridades aeroportuárias.

Em um comunicado, a Polícia Federal americana (FBI) afirmou que "ainda é muito cedo para determinar a natureza das motivações".

"Segundo as informações que temos até o momento, julgamos tratar-se de um incidente isolado", completa a nota o FBI.

O presidente americano, Donald Trump, foi informado a respeito do episódio.

O aeroporto foi evacuado, relatou a Polícia local à AFP.

De acordo com policiais citados pela rede NBC, o suspeito é originário de Quebec e tem passaporte canadense.

AFP