Navigation

Filha de Johnny Cash pede regulamentação para música em streaming

A cantora country Rosanne Cash é vista em 12 de junho de 2014, em Los Angeles afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 25. junho 2014 - 19:35
(AFP)

A cantora country Rosanne Cash, filha do lendário e já falecido Johnny Cash, denunciou nesta quarta-feira, em uma audiência ante o Congresso americano, que o sistema de direito autoral caiu em desuso ante o avanço da música on-line.

Rosanne explicou que a maioria dos músicos se sentem marginalizados e desvalorizados devido aos poucos rendimentos que obtêm com sua música desde o surgimento do streaming. Ela disse ganhar apenas 114 dólares por cada 600.000 vezes que uma de suas música é ouvida em streaming.

A comissão de Justiça da Câmara de Representantes se inclina por uma reforma dos direitos autorais musicais diante do crescimento da música on-line oferecida por aplicativos como Pandora, Spotify o iTunes Radio.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.