Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Donald Trump Jr.

(afp_tickers)

O filho mais velho do presidente Donald Trump foi interrogado nesta quinta-feira a portas fechadas por uma comissão do Senado que investiga uma suposta interferência da Rússia na campanha eleitoral de seu pai em 2016.

Donald Trump Jr, diretor da empresa da família, The Trump Organization, evitou as câmeras e os jornalistas.

O filho do presidente, de 39 anos, se converteu numa figura-chave desta investigação depois que manteve, em junho de 2016, uma reunião com Natalia Veselnitskaya, uma advogada ligada ao Kremlin e apresentada como emissária do governo russo em posse de informação potencialmente comprometedora sobre a adversária democrata de Trump, Hillary Clinton.

Trump Jr. admitiu em julho que se reuniu no ano passado com a advogada russa, mas garantiu que isso não significava nada e também negou que houvesse algum complô.

O presidente Trump nega sistematicamente qualquer tipo de conluio, assim como o Kremlin.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP