Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Lav Diaz, diretor filipino, posa para fotos em maio de 2013, no Festival de Cannes

(afp_tickers)

O filme do filipino Lav Diaz, "Mula sa kung ano ang noon" ("From What Is Before"), de cinco horas e meia de duração, ganhou neste sábado o Leopardo de Ouro, a maior distinção do Festival de Locarno, celebrado todo verão nesta pequena cidade suíça às margens do lago Mayor.

O filme conta a história de um povoado isolado nas Filipinas em 1972, durante a ditadura de Ferdinand Marcos, onde coisas estranhas acontecem: são ouvidos gemidos vindos da floresta, vacas são massacradas, um homem ensaguentado aparece em um cruzamento rodoviário e casas se incendeiam, em um momento em que se multiplicam as operações militares e milícias impiedosas controlam as áreas rurais.

O Prêmio Especial do Júri foi concedido ao filme americano "Listen up Philip", de Alex Ross Perry.

O Leopardo de melhor direção foi para o português Pedro Costa com "Cavalo Dinheiro".

O prêmio de melhor ator ficou com o russo Artem Bystrov, pela interpretação em "Durak" ("The Fool"), de Yury Bykov, e o de melhor atriz ficou com a francesa Ariane Labed, por "Fidelio, L'Odyssée d'Alice", de Lucie Borleteau.

AFP