Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O filme "Zhan Lang 2" foi assistido por milhões de pessoas em duas semanas

(afp_tickers)

Um filme patriótico sobre um heróis chinês que resgata africanos vítimas dos temíveis ocidentais está batendo recordes de bilheteria na China, no período que coincide com as celebrações do 90º aniversário do Exército do regime comunista.

"Quem ofender a China será perseguido, não importa o quanto longe estejam", afirma o slogan do filme "Zhan Lang 2", já assistido por milhões de pessoas.

Menos de duas semanas depois de sua estreia, o longa-metragem já arrecadou mais de 3,4 bilhões de iuanes (500 milhões de dólares), um recorde nacional, de acordo com o site especializado Maoyan.

O recorde anterior pertencia a "The Mermaid", uma comédia com produção China-Hong Kong que arrecadou 3,39 bilhões de iuanes no mesmo período no ano passado.

"Zhan Lang 2", um festival de efeitos especiais e explosões com ares hollywoodianos, narra as aventuras de um ex-integrante das forças especiais chinesas que se encontra em uma zona de guerra na África, onde resgata compatriotas e moradores locais ameaçados por rebeldes e mercenários ocidentais.

A imprensa estatal celebra o sucesso do filme.

"É uma enorme fonte de inspiração para o público. Muitos espectadores afirmam nas redes sociais que desejam servir sob nossa bandeira", afirma o jornal em língua inglesa Global Times, muito nacionalista.

O lançamento do filme, financiado com capital privado, coincidiu com o 90º aniversário da criação do Exército chinês, que foi celebrado com um desfile militar dedicado ao presidente Xi Jinping.

A partir de 1 de julho, os cinemas chineses receberam a ordem de exibir antes dos filmes breves anúncios políticos que elogiem os "valores socialistas".

AFP