Navigation

FMI aumenta previsão de crescimento da Alemanha

A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 21. julho 2014 - 17:17
(AFP)

O Fundo Monetário Internacional elevou, nesta segunda-feira, a previsão de crescimento para a Alemanha, descartando as preocupações relativas à desaceleração da principal economia da zona do euro.

A previsão de crescimento da Alemanha é de 1,9% neste ano, segundo o relatório anual do FMI, que antes estimava uma expansão de 1,7% na economia.

O crescimento acima do previsto também é esperado para 2015, diz o FMI, elevando sua estimativa de 1,6% para 1,7%.

Esse otimismo em relação à Alemanha acontece após a divulgação de dados decepcionantes sobre a economia mais forte da zona do euro, incluindo a fraca produção industrial e a redução da confiança dos investidores.

A Alemanha tem sido severamente atingida pela crise política na Ucrânia e pelas sanções adotadas pela União Europeia contra a Rússia, que fornece cerca de 40% do petróleo consumido no país.

Diante das incertezas, o FMI recomendou que Berlim aumentasse os investimentos públicos, a fim de estimular o crescimento e apoiar o fraco crescimento no restante da zona do euro.

Em comunicado, a instituição "enfatiza a importância de políticas de crescimento que estimulem positivamente o restante da zina do euro, mantendo o papel da economia alemã como âncora da estabilidade regional".

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.