Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Restos de míssil israelense lançado no dia 17 de julho de 2014 em posto de controle do Hamas na passagem de Erez, fronteiriça com Israel

(afp_tickers)

Israel e o movimento islamita palestino Hamas alcançaram um acordo para um cessar-fogo em Gaza a partir de sexta-feira às 3h00 GMT (0h00 de Brasília), informou uma fonte do governo israelense que pediu anonimato.

Os dois "alcançaram um acordo para um cessar-fogo a partir de sexta-feira às 6h00 (locais)", afirmou a fonte.

O Hamas, que rejeitou no início da semana uma primeira iniciativa de cessar-fogo apresentada pelo Egito e que havia sido aceita por Israel, não confirmou até o momento o compromisso.

"Não temos nenhuma informação sobre o acordo", disse à AFP um porta-voz do movimento islamita em Gaza, Fawzi Barhum.

No Cairo, as autoridades egípcias, que atuam como mediadoras, também não confirmaram até o momento a conclusão de um acordo.

Hazem Abu Shanab, diretor do Fatah, movimento do presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, afirmou que "existe alguma coisa sobre a mesa, mas nada fechado".

Desde 7H00 GMT (4H00 de Brasília), os dois lados observam uma trégua humanitária de cinco horas.

Desde o início do conflito em 8 de julho, os bombardeios israelenses na Faixa de Gaza mataram 230 palestinos, enquanto os foguetes lançados a partir do território controlado pelo Hamas mataram um israelense.

AFP