Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, durante entrevista coletiva em Bogotá em 22 de maio sobre operação contra as Farc

(afp_tickers)

Ao menos cinco guerrilheiros das Farc morreram nesta segunda-feira em uma operação militar no noroeste do país, em meio à ofensiva que já deixou quase 40 rebeldes mortos nos últimos dias, informou a imprensa local.

A operação ocorreu no remoto departamento de Chocó e visou à Frente 18 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), com as quais o governo mantém diálogos de paz - sem um cessar-fogo bilateral - desde novembro de 2012.

Fontes militares confirmaram à AFP que ocorreu um bombardeio contra as Farc em Chocó, mas não puderam confirmar o número de mortos.

Segundo a imprensa, entre os mortos está o líder da Frente 18 das Farc, conhecido por Román Ruiz.

As forças armadas mantêm uma intensa ofensiva contra as estruturas das Farc desde a última quinta-feira, em operações que custaram a vida de 26 rebeldes no departamento de Cauca e de mais 10 no sábado em Antioquia.

Há pouco mais de um mês, um ataque do grupo rebelde a um campo militar em Cauca matou 11 militares e gerou uma forte rejeição da sociedade colombiana, cada vez mais cética a respeito do êxito das negociações de paz.

O conflito armado colombiano deixou oficialmente pelo menos 220.000 mortos e mais de seis milhões de deslocados.

AFP