Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldados colombianos na área rural do departamento de Cauca em 15 de abril

(afp_tickers)

Um bombardeio contra um acampamento das Farc no departamento de Cauca, no sudoeste da Colômbia, deixou 18 guerrilheiros mortos e dois feridos, informou à AFP uma fonte do ministério da Defesa.

"É o primeiro grande golpe contra as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) desde que o presidente (Juan Manuel) Santos ordenou a retomada dos ataques aéreos contra esta guerrilha, em 15 de abril", assinalou a fonte, que pediu para ter o nome preservado.

A operação contou com a participação das forças militares e da polícia, e ocorreu no município de Guapí, 480 km a sudoeste de Bogotá, em uma região sob a influência da guerrilha e de narcotraficantes.

O objetivo foi a Frente 29 das Farc, a qual se atribui o ataque à ilha de Gorgona, em 22 de novembro passado, que causou a morte do tenente John Suárez Carvajal.

O assalto à Gorgona, situada na costa do Pacífico colombiano, foi perpetrado por rebeldes que utilizaram lanchas. O ataque foi o primeiro contra uma ilha em mais de 50 anos de existência das Farc, principal guerrilha da Colômbia, com cerca de 8 mil combatentes.

As Farc mantêm negociações de paz com o governo desde novembro de 2012, em Havana.

Em meio a uma trégua unilateral por tempo indefinido decidida pela guerrilha, em dezembro, 11 militares foram mortos em 15 de abril em uma emboscada em Cauca, o que levou o presidente Santos a ordenar a retomada dos bombardeios aéreos contra os rebeldes.

AFP