Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente francês Emmanuel Macron

(afp_tickers)

Paris, Berlim e Londres declararam nesta sexta-feira (13) que se mantêm "comprometidos" com o acordo nuclear com o Irã, após a decisão do presidente americano, Donald Trump, de não certificá-lo.

"Permanecemos comprometidos com o JCPOA (acrônimo do texto) e sua plena aplicação por todas as partes", reportou um comunicado conjunto da primeira-ministra britânica, Theresa May; da chanceler alemã, Angela Merkel; e do presidente francês, Emmanuel Macron.

"Tomamos nota da decisão do presidente de não certificar, ante o Congresso, o respeito por parte do Irã" do acordo e "estamos preocupados com as implicações que poderão se derivar", acrescentaram.

"Incentivamos o governo e ao Congresso americano a levar em conta as implicações que sua decisão teria para a segurança dos Estados Unidos e seus aliados", advertiu o texto.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP