Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Papa Francisco é aclamado na Praça Carlo III, durante visita à cidade italiana de Caserta - 26 de julho de 2014.

(afp_tickers)

O Papa Francisco atacou neste sábado a corrupção e a criminalidade durante uma missa para 200 mil fiéis em Caserta, no sudoeste da Itália, onde foram descartadas toneladas de resíduos industriais.

"Em vossa preciosa terra, que exige ser protegida e preservada, é preciso ter coragem para dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade", afirmou o pontífice.

"Todos conhecemos o nome desta ilegalidade", destacou o Papa argentino, sem citar a Camorra, a máfia napolitana acusada de enterrar e incinerar resíduos industriais na região.

Segundo a associação italiana de defesa do meio ambiente Legambiente, entre 1991 e 2013 cerca de 10 milhões de toneladas de resíduos industriais foram enterrados ilegalmente nesta região, provenientes principalmente de empresas italianas, mas também de estrangeiras.

AFP