Navigation

Francisco ataca corrupção e criminalidade

Papa Francisco é aclamado na Praça Carlo III, durante visita à cidade italiana de Caserta - 26 de julho de 2014. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. julho 2014 - 22:51
(AFP)

O Papa Francisco atacou neste sábado a corrupção e a criminalidade durante uma missa para 200 mil fiéis em Caserta, no sudoeste da Itália, onde foram descartadas toneladas de resíduos industriais.

"Em vossa preciosa terra, que exige ser protegida e preservada, é preciso ter coragem para dizer não a qualquer forma de corrupção e ilegalidade", afirmou o pontífice.

"Todos conhecemos o nome desta ilegalidade", destacou o Papa argentino, sem citar a Camorra, a máfia napolitana acusada de enterrar e incinerar resíduos industriais na região.

Segundo a associação italiana de defesa do meio ambiente Legambiente, entre 1991 e 2013 cerca de 10 milhões de toneladas de resíduos industriais foram enterrados ilegalmente nesta região, provenientes principalmente de empresas italianas, mas também de estrangeiras.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?