AFP

(Arquivo) O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro

(afp_tickers)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decretou feriado de cinco dias para os funcionários públicos na Semana Santa, em meio à grave crise - política e econômica - que atinge o país.

A princípio, o feriado da Semana Santa envolveria apenas a quinta e a sexta-feira, mas Maduro decretou que o feriado tenha início já na segunda-feira.

"Aprovei decretar feriado para os trabalhadores públicos na segunda-feira, 10, terça, 11, e quarta-feira, 12, durante a Semana Santa, para que o aproveitem integralmente com a família", disse o presidente socialista em rede nacional de rádio e TV.

"Isto nos permite entrar em um conjunto de obras com maior tranquilidade", destacou Maduro.

Além da crise política, que nesta segunda-feira levou a Organização dos Estados Americanos a decretar uma "grave alteração inconstitucional da ordem democrática" do país, a Venezuela atravessa uma grave crise econômica, com escassez de bens básicos e uma inflação que o FMI projeta em 1.660% no final de 2017.

AFP

 AFP