AFP

(Arquivo) Artesão trabalha com taças de cristal Baccarat, em um ateliê de Nancy, França

(afp_tickers)

O fundo chinês Fortune Fountain Capital (FFC) assinou uma "promessa irrevogável de compra" para adquirir a fabricante de cristais de luxo francesa Baccarat, anunciou nesta sexta-feira a empresa, fundada há mais de 250 anos.

O fundo FFC e os fundos americanos Starwood Capital Group e L Catterton comprarão uma participação de 88,8% da Baccarat, informa a empresa em um comunicado.

O preço oferecido é de 222,70 euros por ação, um valor inferior à cotação da Baccarat na quinta-feira, de 259,9 euros.

Paralelamente, o fundo FFC apresentará uma oferta pública de aquisição (OPA) pelo restante da Baccarat, ao mesmo preço, mas pretende manter a empresa na Bolsa de Paris.

A fabricante de produtos de luxo em cristal, que tem valor na Bolsa de 215,9 milhões de euros, "toma nota de que a FFC manterá e centralizará toda a produção e o emprego na Baccarat".

A operação permitirá, segundo a empresa, "acelerar os planos estratégicos a nível internacional, em particular na Ásia e Oriente Médio".

A diretora geral da Baccarat, Daniela Riccardi, seguirá no comando da empresa".

O fundo Starwood Capital controla a Baccarat desde 2005.

A Baccarat foi criada em 1764 e atualmente produz especialmente artigos de mesa, luminárias, objetos de decoração e joias.

A produção tem sede em Lorraine, leste da França.

A empresa tem 500 funcionários e em 2016 registrou lucro de 2,2 milhões de euros, com faturamento de € 148 milhões.

AFP

 AFP